Modelização didática como possibilidade de aprendizagem sobre divisão celular no ensino fundamental

Tiago Rodrigues da Silva, Bruna Rodrigues da Silva, Bruna Maria Prado da Silva

Resumo


O objetivo do artigo foi analisar o desenvolvimento e aplicação de modelos didáticos para o ensino e a aprendizagem de divisão celular. Os modelos didáticos, de baixo custo e fácil obtenção, foram aplicados com 30 alunos no 8º ano do ensino fundamental de uma escola pública de Timon, MA. Os dados foram coletados por meio da aplicação de um pré-teste, observações dos pesquisadores e pós-teste. O pré-teste avaliou os conhecimentos após as aulas teóricas e o pós-teste como os conteúdos foram compreendidos pelos alunos com a utilização dos modelos didáticos. O uso dos modelos didáticos mostrou-se eficiente. O índice de acertos no pré-teste foi de 45% e após a intervenção metodológica passou a ser de 84%. Os resultados mostram que os alunos desenvolveram habilidades para reconhecer e perceber as mudanças nas estruturas dos cromossomos durante as divisões celulares, compreendendo mitose e meiose de forma mais clara. Através dos modelos didáticos os estudantes tornaram-se construtores de seus conhecimentos. Conclui-se que, a modelização didática aplicada aos conteúdos conceituais de divisão celular permitiu uma melhor apresentação do modelo conceitual da mitose e meiose para os alunos.


Palavras-chave


Modelos didáticos; Células; Mitose; Meiose.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.15.2018.1376-1386.1024

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref        

Logotipo do Latindex