O educar pela pesquisa e o ensino de ciências: perspectivas de uma aprendizagem significativa

Maurício Costa Cabreira, Patrícia Ignácio, Fernanda Trombetta, Raquel Milani

Resumo


O presente estudo, por meio de um levantamento bibliográfico, busca pontos de convergência entre o ensino de Ciências e o Educar pela Pesquisa, na perspectiva de uma aprendizagem significativa. O entendimento da pesquisa em sala de aula ancora-se nos pressupostos do Educar Pela Pesquisa com Demo (2003) e Galiazzi (2014), e diante das reflexões sobre o ensino de Ciências de Pozo e Crespo (2009), buscam-se nos conceitos de Ausubel pontos de intersecção que identifiquem uma aprendizagem significativa. Pelo conjunto de dados apresentados e analisados nesta pesquisa, nota-se que um dos pontos de intersecção entre o ensino de Ciências e a pesquisa em sala de aula resulta em uma aprendizagem significativa, na qual o foco não é a transmissão mas a investigação, e através dela, partir de conhecimentos prévios atribuindo significado ao que se está aprendendo. O Educar pela Pesquisa se constitui também como um importante meio para a atuação do sujeito em sociedade e promoção da cultura da pesquisa na escola, fazendo com que os estudantes superem a visão da Ciência com base no conhecimento cotidiano e transitem do senso comum e dos conhecimentos prévios para um conhecimento científico.


Palavras-chave


Educar pela Pesquisa; Ensino de Ciências; Aprendizagem Significativa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.V16.2019.391-404.1133

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref          

  Logotipo do Latindex