Didática-tradutória em fóruns de discussão: sensações coloríficas

Marla Cristina da Silva Sopeña, Róger Albernaz De Araujo, Alberto d'Ávila Coelho

Resumo


O corpus deste artigo consiste em fóruns de discussão online de cursos na modalidade a distância. Busca-se problematizar, pela análise desses fóruns, como acontecem, em uma perspectiva didático-tradutória, os modos de composição da aprendizagem. Utilizando-se de diferentes cores e tonalidades para indicar as postagens realizadas, produziram-se mapas discursivos, traduzidos em sensações coloríficas de um coletivo de enunciações. Dominantemente, nos fóruns online, obtiveram-se mapas de organização circular, decorrentes de questões norteadoras, nos quais as respostas tiveram a finalidade explícita de cumprir uma tarefa avaliativa obrigatória, girando em torno da voz docente, sem assumir uma posição própria – tradução monocromática. Minoritariamente, obtiveram-se, pela ausência de uma questão norteadora e pela proliferação de múltiplas vozes, mapas em cores díspares – tradução policromática. Assim, pode-se afirmar que a diluição da voz professoral, nos fóruns online, pode potencializar a ruptura da hierarquização do espaço-tempo da sala de aula, produzindo um outro modo de autoria da aprendizagem.


Palavras-chave


Educação; currículo; didática; tradução; sensações coloríficas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.V16.2019.995-1011.1496

Revista Thema

__________________________

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul).
Pelotas/RS - Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref          

  Logotipo do Latindex