A Resolução de Problemas no ensino de Cálculo Diferencial e Integral nos Cursos de Engenharia: uma experiência

Diego Monteiro Gomes, Nilson Sergio Peres Stahl

Resumo


O artigo apresenta um trabalho realizado utilizando-se da Resolução de Problemas (RP), preconizada por George Polya, para o ensino de Cálculo Diferencial e Integral aos alunos de cursos de Engenharia (Computação, Produção e Mecânica). Nosso objetivo principal foi compreender de que forma a Metodologia de Resolução de Problemas pode contribuir para o aprendizado de Cálculo Diferencial e Integral. Foram realizadas duas atividades contendo situações-problema contextualizadas com temas da Engenharia a fim de promover um ensino significativo na disciplina. A experiência aqui relatada foi desenvolvida com um total de 31 estudantes matriculados na disciplina Cálculo 1 ofertada por duas instituições de ensino superior em Campos dos Goytacazes, RJ. Optamos por uma abordagem qualitativa, utilizando-se na coleta de dados de questionários com perguntas abertas respondidas pelos educandos. Os resultados apontaram importantes benefícios promovidos pelo uso da Metodologia de Resolução de Problemas ao ensino de Cálculo como: trabalho colaborativo, conteúdo contextualizado, facilitação do aprendizado, entre outros.


Palavras-chave


Resolução de problemas; cálculo; engenharia; ensino-aprendizagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.V17.2020.294-308.1664

Revista Thema

__________________________

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul).
Pelotas/RS - Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref          

  Logotipo do Latindex