Cultivos didáticos como proposta de interdisciplinaridade e de aproximação da comunidade acadêmica com atores do agronegócio

Mônica Daiana de Paula Peters, Clóvis Airton Porto Gayer, Márcio Paim Mariot, Domitila Brzoskowski Chagas

Resumo


Ações extensionistas vinculadas às práticas de ensino, junto aos setores produtivos, surgem como formação sistêmica por meio da integração entre ensino e extensão, formando os estudantes em atitudes, habilidades e competências humano-interativas capazes de equalizar e aproximar da dinâmica dos setores produtivos. O campus Pelotas Visconde da Graça do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul-CaVG) vem construindo um espaço de interdisciplinaridade destinado a integrar as atividades no campo do agronegócio, através do projeto Cultivos didáticos. Com o interesse constante dos agentes envolvidos na temática, a participação expressiva de produtores rurais e comunidade acadêmica de ensino agrícola, surge à necessidade de divulgar esta experiência de sucesso, para que outras instituições conheçam esta modalidade de ação integrativa e que, também, possam propor em outros diferentes ramos produtivos da sociedade. Através do projeto tem-se aperfeiçoado as relações entre docentes, discentes e produtores envolvidos na atividade agrícola das culturas, compartilhando experiências e desenvolvendo uma consciência crítica sobre a relação entre ensino, pesquisa e extensão.


Palavras-chave


plantas de lavoura, aprendizagem, ensino, extensão

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.14.2017.309-317.441

Revista Thema

__________________________

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul).
Pelotas/RS - Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref          

  Logotipo do Latindex