Iniciativas de pesquisa e intervenção na educação do campo: o seminário integrado na E.E.E.M. Antônio Conselheiro

Cleide de Fátima Luncks de Almeida, Marco Aurélio Torres Rodrigues, Cassiane da Costa

Resumo


Neste artigo, tratamos da experiência de implantação do ensino médio politécnico em uma Escola do Campo, E. E. E. M. Antônio Conselheiro, situada no Assentamento Bom Será, em Santana do Livramento/RS. Buscamos compreender se o instrumento Seminário Integrado, componente curricular do Ensino Médio Politécnico, pode se tornar um espaço de pesquisa e intervenção na realidade da educação do campo. Para tanto, utilizou-se o Método Estudo de Caso. Foram realizadas entrevistas com 21 educandos do curso, uma educadora e a diretora da escola. Além disto, foi utilizada a técnica da observação e anotação em diário de campo. Percebemos que, na escola estudada, há iniciativas para construir um desenho curricular que fomente a autonomia e a auto-organização dos educandos para participar da gestão escolar e das atividades sociais comunitárias e, atuar na realidade. Neste contexto, o componente Seminário Integrado vai além de integrar os conhecimentos escolares, pois possibilita um espaço de estudo, discussão e intervenção sobre questões da realidade local, seja da memória e pertença as comunidades, seja das questões de modelo de produção agrícola, ou mesmo da convivência e auto-organização dos educandos diante da situação da escola. Este componente, portanto, estava constituindo-se como espaço com potencial para legitimar ações de pesquisa e intervenção na realidade no ensino médio da escola do campo.


Palavras-chave


Escola do campo; Seminário Integrado; Ensino médio politécnico; Realidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.14.2017.151-168.453

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref        

Logotipo do Latindex