A interdisciplinaridade nos componentes curriculares de cursos de licenciatura da área de ciências exatas e da terra

André Martins Alvarenga, Gionara Tauchen, Bruna Telmo Alvarenga

Resumo


O objetivo deste artigo é mapear como licenciaturas da área das Ciências Exatas e da Terra, de instituições brasileiras, estão contemplando conteúdos referentes à formação interdisciplinar na organização dos componentes curriculares que integram seus currículos. Para a realização desta pesquisa, foi utilizada a abordagem qualitativa. Foram selecionados 50 cursos de licenciatura na área das Ciências Exatas e da Terra de instituições brasileiras. Após a localização dos cursos, foram mapeados os componentes curriculares que os integram, bem como as suas ementas, totalizando 2223 disciplinas. Para analisar os dados produzidos, utilizou-se a Análise de Conteúdo. Como alguns resultados da pesquisa, podemos destacar que, dos 50 cursos analisados, somente 7 informam desenvolver atividades interdisciplinares; aproximadamente 60% dos componentes analisados destinam-se a discutir conceitos disciplinares específicos.


Palavras-chave


Currículo; Formação de professores; Interdisciplinaridade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.14.2017.151-166.486

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref        

Logotipo do Latindex