Avaliações externas em matemática: estímulo para o professor ser um investigador.

Luiz Henrique Ferraz Pereira

Resumo


O presente trabalho tem a pretensão de provocar um diálogo sobre o quanto as avaliações externas em matemática, ao mesmo tempo em que despertam perplexidade frente aos resultados negativos que são divulgados, podem ser um instrumento de reflexão para que o professor de matemática pense suas condutas docentes com a intenção de ser um investigador de sua prática. O trabalho reflete sobre as referidas avaliações e a matemática escolar, bem como propõe indicativos que possam estimular um pensar sobre a necessidade e responsabilidade de cada docente que ensina matemática tem, de provocar mudanças em sua postura ao ensinar. A ideia presente é que ao mudar ou refletir sobre o que faz e para que faz, em sala de aula, o professor de matemática possa inserir mudanças no ensino de matemática que, por sua vez, influenciarão nos resultados negativos observados em algumas avaliações externas.

Palavras-chave


matemática, avaliações externas, professor investigador

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.14.2017.284-290.556

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref        

Logotipo do Latindex