Drogas: uma proposta de metodologia da problematização no Ensino de Química

Rafaela Alves de Andrade, Anderson Savio de Medeiros Simões

Resumo


A metodologia da problematização é algo transformador que desperta a curiosidade do aluno e o desafia a observar a realidade, entender e modificá-la. Assim, o aluno consegue encontrar um estímulo para aprender, no qual o professor é o mediador do conhecimento nessa educação problematizadora. O estudo teve como objetivo analisar a utilização da metodologia da problematização nas aulas de química, em uma turma do 3° ano do ensino médio, analisando o desenvolvimento da aprendizagem dos conceitos de química presentes no tema: as drogas. A investigação ocorreu de forma qualitativa com fins descritivos e explicativos na abordagem do problema, com aplicação de questionários como instrumento de coleta de dados, para analisar o conhecimento dos estudantes no início e final do estudo. O processo de intervenção foi realizado nas aulas de química aplicando as etapas do Arco de Maguerez, no qual ocorreu em cinco momentos: observação da realidade, pontos-chave, teorização, hipóteses de solução e aplicação à realidade. Ao ser executada essa metodologia, verificou- se que os alunos adquirem estímulos para aprenderem com aulas problematizadoras através de um tema social.



Palavras-chave


Metodologia da problematização; Drogas; Ensino de química.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.15.2018.5-24.573

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref        

Logotipo do Latindex