A Politecnia nos Discursos Coletivos dos Professores do Ensino Médio Politécnico

Maria de Fatima Baldez Rodrigues, Sheyla Costa Rodrigues

Resumo


Este trabalho discute a compreensão de politecnia no discurso coletivo de um grupo de 52 professores do 1º ano de 13 escolas do Ensino Médio Politécnico, de um município do Estado Rio Grande do Sul. No segundo semestre de 2016 e primeiro de 2017, foi realizada uma entrevista com um professor de cada área do conhecimento. O material discursivo foi analisado com a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo – DSC. No discurso sobre a compreensão de politecnia, os professores apresentam questionamentos que evidenciam uma não apropriação desse conceito, delegando à equipe diretiva a responsabilidade por explicar o mesmo. Associam a politecnia ao ensino de diversas técnicas que preparam para o mercado de trabalho ou a integração das áreas do conhecimento. O estudo aponta que as diferentes propostas de reestruturação curriculares implementadas, como a do Ensino Médio Politécnico (2012) e a Base Nacional Comum Curricular (2017) são capazes de gerar confusão entre culturas por trazerem à tona questionamentos sobre as ideias, tecnologias e organização social da escola e potencializar o surgimento de outras culturas de formação docente.


Palavras-chave


Ensino Médio Politécnico; Cultura de Formação Docente; Movimento entre Culturas; Discurso do Sujeito Coletivo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.14.2017.184-198.730

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref        

Logotipo do Latindex