Educação Indígena e Educação Ambiental - aproximações: o caso do povo do Passáro Azul Shanenawá

Maria de Fátima Nascimento Urruth, Patricia Calixto

Resumo


Este artigo, resultado de uma dissertação de mestrado, consiste em mostrar as possibilidades de outra visão sobre a educação ambiental. A pesquisadora Kauwá Apurinã Pupykary estabelece um encontro entre a Educação Ambiental e a Educação Escolar Indígena, em uma escola indígena. Trazendo recortes de autores indígenas e não indígenas busca entendimento dessa relação tão próxima. Uma tentativa de demonstrar as diferentes cosmologias e suas tensões. Abordamos a forma como os indígenas se relacionam com a natureza, com o território e a terra no ambiente escolar indígena, que tem por essência a visão ambiental indígena. O espaço escolhido para esta investigação localiza-se no Vale Juruá, Estado do Acre, no município de Feijó, nas Terras Indígenas Katukina/Kaxinawá onde vivem e habitam o Povo do Pássaro Azul, os Shanenawá. O método de investigação utilizado deriva de referências da antropologia e etnografia. 


Palavras-chave


Educação Ambiental. Educação Indígena. Shanenawá. Etnografia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.15.2018.575-591.823

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref        

Logotipo do Latindex