Estado da Arte sobre avaliação no Ensino de Ciências

Julio Cesar Bresolin Marinho, Samanta Costa Calcagno, João Alberto da Silva

Resumo


Ainda hoje aspectos tradicionais de uma avaliação classificatória são evidenciados nas concepções e práticas de professores no Ensino de Ciências. A compreensão sobre uma avaliação formativa não está consolidada e em muito precisa se avançar. Dessa forma, buscamos nesse artigo apresentar um Estado da Arte que mapeou as temáticas de pesquisa e as discussões que estão sendo desenvolvidas sobre avaliação no Ensino de Ciências por pesquisadores da área, nos últimos sete anos (2011 até 2017). As fontes para a realizar o Estado da Arte residiram: nas Atas do Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC), na Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências (RBPEC) e na Scientific Eletronic Library Online (SciELO). A seleção dos trabalhos que compuseram a análise foi realizada a partir da leitura dos títulos, palavras-chave e resumos dos artigos. Analisamos 54 trabalhos que foram dispostos em sete temáticas: avaliações externas; métodos e instrumentos de avaliação; concepções de avaliação; estudos de revisão; avaliação e relações sociais; inclusão e avaliação; avaliação nos anos iniciais. Evidenciamos que o volume de publicações do ENPEC mostrou-se razoável. No entanto, os artigos recuperados da RBPEC e SciELO apresentaram um número pouco expressivo de produções. Com o mapeamento, visualizamos que a maior parte das pesquisas desenvolvidas sobre avaliação no Ensino de Ciências estão concentradas no Ensino Médio, por meio do estudo do ENEM, deixando assim, os anos finais e, principalmente, os anos iniciais e a Educação Infantil com uma carência de trabalhos.

Palavras-chave


avaliação; Ensino de Ciências; Estado da Arte

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.15.2018.653-671.847

Revista Thema.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref        

Logotipo do Latindex